Câmara Municipal de
Mulungu do Morro

quicksearch
Bem-vindo ao portal da Camara Municipal de Mulungu do Morro.
Aqui você encontra o conjunto de informações funcionais e administrativas de interesse da sociedade.
Fique por dentro de tudo acompanhando o nosso Plantão de Notícias abaixo
Ucrânia diz ter encontrado 200 corpos em escombros de prédio residencial de Mariupol
Conselheiro do governo local informou que corpos estavam em alto estágio de decomposição

O conselheiro do governo de Mariupol, Petro Andriushchenko, informou nesta terça-feira que cerca de 200 corpos foram encontrados sob os escombros de um prédio residencial bombardeado na cidade ucraniana. Conforme Andriushchenko, as vítimas foram encontradas em alto estágio de decomposição.

"Ao retirar os escombros de um bloco de apartamentos na avenida Myru, cerca de 200 corpos de vítimas foram encontrados em um porão em alto grau de decomposição", escreveu o conselheiro no Telegram.

Andriushchenko relatou que moradores se recusaram a recolher e embalar os corpos dos mortos e o Ministério de Situações de Emergência da Rússia "simplesmente deixou cadáveres no local". Como os escombros foram parcialmente retirados, o mau cheiro pode ser sentido em todo o bairro residencial.

Cerco em Azovstal
Mariupol foi palco de um dos mais longos cercos militares da guerra na Ucrânia, imposto pela Rússia à siderúrgica Azovstal. Segundo o Ministério da Defesa russo, mais de 2 mil combatentes que estavam no local se renderam.

O governo de Vladimir Putin pretende usar a conquista da cidade como peça de propaganda interna. Foi nessa mesma região que surgiu o Batalhão Azov, milícia originalmente paramilitar e de ideologia neonazista posteriormente integrada às Forças Armadas da Ucrânia.

Julgamento dos prisioneiros
Os prisioneiros de Mariupol devem ser julgados na autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD), uma região dominada por separatistas pró-Moscou no Leste da Ucrânia, informou o líder da região. Se isso se concretizar, os prisioneiros de guerra estarão sujeitos à pena de morte, que atualmente não é adotada pela Rússia.

A informação foi transmitida pelo chefe da RDP, Denis Pushilin, à agência russa Interfax.

— O tribunal internacional está planejado para ser organizado no território da república — disse Pushilin. — O estatuto do tribunal está sendo elaborado.
Continuar lendo...
Operação conjunta na Vila Cruzeiro tem 21 mortos
Uma mulher atingida por uma bala perdida está entre as vítimas. Agentes buscavam prender chefes do Comando Vermelho escondidos no complexo e foram recebidos a tiros por volta das 4h. Houve relatos também de tiros no Complexo do Alemão. Treze escolas da região estão fechadas.

Pelo menos 21 pessoas morreram durante um confronto na Vila Cruzeiro, na Penha, na Zona Norte do Rio, e regiões próximas na madrugada desta terça-feira (24).

A Polícia Militar afirma que 11 mortos eram suspeitos. Um outro homem, ainda sem identificação, chegou morto ao Getúlio Vargas nesta tarde.

Alem deles, uma moradora também morreu, vítima de bala perdida. Gabrielle Ferreira da Cunha, de 41 anos, foi baleada e morta na entrada da Chatuba, que fica ao lado da Vila Cruzeiro.

Outros dois homens, que são considerados suspeitos pela polícia, foram baleados e passam por cirurgia no Getúlio Vargas. Mais duas pessoas deram entrada na unidade nesta tarde, levados pela Polícia Rodoviária Federal. Um mulher, que está lúcida, e um homem inconsciente, com um ferimento na barriga.

Além delas, um policial civil foi ferido por estilhaços de bala no rosto durante perícia no local. Sérgio Silva Rosário passa bem.

Moradores relataram que começaram a ouvir tiros às 4h. Houve relatos também de tiros no Complexo do Alemão, onde bandidos tentavam usar uma estrada de terra como rota de fuga.

Treze escolas da rede municipal dos complexos da Penha e do Alemão precisaram ficar fechadas devido ao confronto, segundo a Secretaria Municipal de Educação.

Em fevereiro, outra operação conjunta das polícias Militar e Rodoviária Federal (PRF) na Vila Cruzeiro deixou pelo menos oito mortos.

Segundo a PM, agentes do Batalhão de Operações Especiais (Bope), da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foram atacados a tiros quando iniciavam uma “operação emergencial” na comunidade.

O objetivo era prender chefes do Comando Vermelho escondidos na Vila Cruzeiro. A polícia afirma que lideranças da facção em outras favelas do Rio — como Jacarezinho, Mangueira, Providência e Salgueiro (São Gonçalo) — e até de estados do Norte e do Nordeste também estão abrigados na Penha.

Confrontos perto de mata
Um helicóptero blindado da PM dava apoio aos agentes em terra. Os confrontos se concentravam na parte alta da Vila Cruzeiro, perto de uma área de mata.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a moradora estava na Rua Dionísio, na Chatuba, na parte baixa do complexo, quando foi atingida.

Policiais apreenderam treze fuzis, quatro pistolas, doze granadas e uma quantidade grande de drogas, ainda não contabilizada. Dez carros e vinte motos foram recuperados.

Tiros logo cedo
Os tiros começaram a ser ouvidos por volta das 4h.

“Quatro horas da manhã começou operação aqui na Vila Cruzeiro. Muito tiro, mas muito tiro mesmo. Os policiais do Bope entraram aqui com vários carros. E a bala tá comendo”, afirmou um morador.

Vídeos enviados ao Bom Dia Rio mostram blindados entrando na comunidade.

O tenente-coronel Ivan Blaz, porta-voz da PM, disse que os confrontos continuam e o objetivo é localizar criminosos de outros estados que se escondem na Vila Cruzeiro.

"Nesse momento ainda temos confrontos na área de mata. Na área construída estamos fazendo uma varredura com policiais do Bope e da Polícia Rodoviária Federal".

"O objetivo ainda está mantido de buscar criminosos de outros estados que estão buscando abrigo aqui com essa facção criminosa, que opera na Vila Cruzeiro, no Jacarezinho, na Mangueira, na Providência e no Chapadão. Eles estão hospedando criminosos de outros lugares, entre eles, criminosos do Pará, que determinaram a morte de mais de 13 agentes públicos somente este ano".

Segundo Blaz, o Comando Vermelho, facção criminosa da Vila Cruzeiro, é responsável pela maior parte dos confrontos no RJ.

"Precisamos desbaratar essa quadrilha que já é hoje responsável por mais de 80% dos confrontos armados do Rio de Janeiro. Essa facção criminosa que opera ali na região da Vila Cruzeiro atua numa campanha expansionista em todo o nosso estado".

O tenente-coronel disse ainda que a morte da moradora da Chatuba é uma "realidade trágica".

"Estamos falando de um confronto armado em que se usam armas de guerra, munições de alta velocidade, que cruzam longas distâncias. Segundo informações, ela teria sido atingida logo no início da operação quando criminosos estavam atacando os policiais. O sentido do tiro aponta para esse lado, a perícia já foi feita, já temos o corpo removido. Logicamente, esse resultado logo no início da operação já nos desestimula. Ele já é um fato lamentável, muito lamentável, uma família impactada por um resultado desse, da violência".
Continuar lendo...
Enem 2022: prazo para inscrição começa na terça-feira
Versões impressa e digital serão aplicadas em 13 e 20 de novembro. Taxa de inscrição é de R$ 85 e pode ser paga via boleto, cartão de crédito ou PIX.

O prazo para inscrição para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022, nas versões impressa e digital, começa na terça-feira (10) e vai até 21 de maio.

A inscrição deve ser feita na página do participante do Enem. A taxa para quem não conseguiu isenção é de R$ 85 e deve ser paga até 27 de maio, por boleto, PIX e cartão de crédito.

Atenção: os estudantes que obtiveram o direito à isenção desse valor (como os alunos da rede pública) também devem se inscrever. Caso contrário, não poderão prestar o Enem.

Novidade na aplicação
Pela primeira vez, o Inep aceitará documentos digitais de identificação nos locais de prova, como:

e-Título,
Carteira Nacional de Habilitação (CNH) Digital e
RG Digital.

O candidato deve apresentar o aplicativo oficial ao fiscal --- capturas de tela não serão válidas.

Após a entrada na sala de aula, o uso do celular continuará vetado.

nglês ou espanhol? Prova impressa ou digital?
O candidato deve escolher, no ato da inscrição, se deseja que as cinco questões de língua estrangeira sejam em inglês ou em espanhol.

Também precisa sinalizar se quer fazer o Enem impresso (tradicional) ou o digital.

É importante lembrar que a versão informatizada:

também é aplicada nos locais de prova — não existe a opção de prestar o exame em casa;
traz 180 questões a serem respondidas digitalmente, mas com redação manuscrita.

Confira o cronograma
Inscrições: 10 a 21 de maio
Pagamento da inscrição: 10 a 27 de maio
Pedido de atendimento especializado: 10 a 21 de maio
Pedido de tratamento pelo nome social: 23 a 28 de junho
Provas: 13 e 20 de novembro

Disciplinas e horários
Como nos últimos anos, o Enem será aplicado em dois domingos.

13 de novembro

O candidato deverá fazer:

45 questões de linguagens (40 de língua portuguesa e 5 de inglês ou espanhol);
45 questões de ciências humanas
e redação.

20 de novembro

A prova trará:

45 questões de matemática
e 45 questões de ciências da natureza.
Veja os horários de aplicação (no fuso de Brasília):

Abertura dos portões: 12h
Fechamento dos portões: 13h
Início das provas: 13h30
Término das provas no 1º dia: 19h
Término das provas no 2º dia: 18h30

Continuar lendo...